Aprovado projeto de Luís Augusto Lara que institui Abril Marrom no Rio Grande do Sul

por Agência Trabalhista de Notícias, em 18/04/2018

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou na terça-feira (17), por unanimidade, projeto de lei do deputado Luís Augusto Lara (PTB) que institui a campanha Abril Marrom de prevenção e combate às diversas espécies de cegueira.

Quando aprovado em plenário, o Abril Marrom passará a integrar o Calendário Oficial de Eventos do Rio Grande do Sul. No país, são 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo 582 mil cegas e 6 milhões com baixa visão, segundo dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), entre 60% e 80% dos casos de cegueira são evitáveis ou poderiam ser tratadas. Isso significa que quase 700 mil brasileiros que são cegos poderiam estar enxergando se tivessem recebido tratamento adequado e em tempo adequado.

"O fato de muitas doenças relacionadas à visão não apresentarem sintomas demonstra a importância de iniciativas como o presente projeto de lei, pois, muitas vezes, essas doenças são descobertas quando já estão em estágio bastante avançado e de difícil regressão", pondera Luís Augusto Lara.

A campanha Abril Marrom conta com iniciativas legislativas semelhantes ao projeto de lei encaminhado por Lara, como em São Paulo e no Paraná. Segundo o parlamentar, a articulação de todas estas ações trará eficiência na prevenção e combate às diversas espécies de cegueira.

"É preciso reunir e organizar as iniciativas, e que elas partam tanto do poder público quanto da iniciativa privada. Então, é imperioso que campanhas como o Abril Marrom venham conscientizar a população sobre a necessidade de acompanhamento médico especializado para evitar que as doenças dos olhos se agravem e acabem resultando em cegueira", conclui o petebista.