Dirceu do Busato estreia na Assembleia

por Assessoria de Comunicação, em 23/11/2018

Eleito com 37322 votos, Dirceu Franciscon será deputado estadual a partir de primeiro de fevereiro. Para ele, os votos são o reconhecimento de seu trabalho junto ao mandato do então deputado federal Luís Carlos Busato, presidente estadual do partido e prefeito de Canoas. "Fomos incansáveis na busca por recursos", destaca o deputado eleito.

Como está a expectativa para assumir o mandato? Foi a primeira vez que o senhor concorreu?

Foi a primeira vez que disputei, a expectativa é tranquila. Não tenho problema nenhum, to habituado a trabalhar no serviço público, faço isso há mais de 30 anos. Então, a expectativa claro é fazer um bom trabalho, atender bem o povo gaúcho, melhorar a qualidade de vida deles, tanto na área da segurança, saúde e educação. Enfim, em todas as áreas que tiver, tem que trabalhar. E eu estou pronto, estou preparado, estou bem pronto mesmo no conhecimento e na vontade de trabalhar pro Estado do Rio Grande do Sul.

Se tiver que definir uma prioridade, que área o senhor pretende atuar?

Olha, eu vou atuar em todas, porque eu tenho conhecimento em todas as áreas, mas eu acho que, hoje, uma das áreas mais sofridas é a saúde. É muito difícil ver pessoas esperando seis meses, 1 ano, pra fazer uma cirurgia, quando deveria ser de emergência, ou fazer um tratamento de câncer que deveria ser começado; quando ele vai começar, já não adianta mais, vai morrer. Então, se tivesse que escolher uma, seria saúde. É a principal, porque sem saúde ninguém vive. Mas eu to preparado para todas as áreas, tenho conhecimento pra isso, estudei muito pra isso, pra chegar pronto na Assembleia Legislativa. A gente sabe quando assume um cargo público, tu tens que saber o que tu estás fazendo. Você tem que saber o porquê que tu tá aqui. Não pode vir como mero expectador dentro da Assembleia Legislativa. Tem que saber o mecanismo, o funcionamento do Estado do Rio Grande do Sul, tanto na economia, na geração de empregos. Vamos batalhar muito junto ao governo, batalhar muito pela redução de impostos. Nós temos o imposto mais caro do Brasil. Então, estou pronto para assumir. Ansiedade? Talvez no dia da posse: Eu nunca fui ansioso na vida né, então por isso eu sou sempre calmo. A minha performance é essa, sempre ter a calma.

Pergunta: Como o senhor encara esse momento do PTB, que agora está com o vice-governador eleito do Estado?

Resposta: Olha, pra nós petebistas é muito importante. Há muitos anos, eu não lembro quando, nós estivemos no governo do Estado, na chapa majoritária. Então, o PTB é a primeira vez que está. Vamos aproveitar essa oportunidade, para fazer o crescimento do PTB a nível estadual, fazer um partido forte, um partido que nas eleições de 2020 já terá um crescimento de prefeitos, vereadores, vice-prefeitos. Enfim, fazer com que o PTB cresça no Estado do Rio Grande do Sul. E, pra isso, nós deputados devemos trabalhar muito.